domingo, 28 de setembro de 2008

A grande verdade e...

Nao sou eu que me lasco. As pessoas e que me lascam!!!!

Hoje teria sido um dia perfeito, se nao fosse por um detalhe: Eu sou au pair! Isso siginifica ser empregada (sim, essa palavra e cruel, mas e a mais pura realidade), viver com um salario misero e, e claro, se lascar a doidado.

Depois de tomar tres litros de vinho em quatro meninas, voltar para casa correndo para cumprir meu ridiculo curfew (meia-noite) e dormir apenas cinco horas, acordei as seis da matina, feliz da vida, para minha aula de fotografia da natureza.

Fizemos uma trilha do meio do nada que acaba em uma cachoeira. Lindissimo... tudo perfeito, exceto pelo estomago vazio causado pelo atraso no banheiro devido a um desandamento intestinal.

Mas como as pessoas sempre me lascam, eu precisava voltar mais cedo para trabalhar. Todas as aulas a gente tira umas fotos por ai e vamos para o estudio do professor. Como, repetindo, eu sempre me lasco, hoje a aula foi inteira ao ar livre. Resultado: Paula voltando sozinha pela trilha no meio nada.

Cheguei em casa com o tenis embarreado na mao e dei de carta com o meu host. Ele agradeceu por eu ter voltade mais cedo (pelo menos isso ne?) e disse que esperava que eu nao tivesse perdido alguma parte importante da aula. Expliquei sobre a trilha e ele disse: "Oh, I'm sorry". E eu: "Yeah, I'm sorry too!" E nao resisti, juro que tentei, mas a pergunta saiu da minha boca: "Alias, porque o menino nao pode ir com voce no aeroporto buscar sua esposa?"

Ai que cagada... era melhor ter ficado quieta do que ouvir: "Ele poderia, mas seria muito boring e ele ficaria atormentando a gente!" Em outras palavras: Voce e minha empregada e esta aqui para fazer meu filho feliz e nao para ter aula de fotografiia em pleno domingo!

Claro que ele percebeu que eu nao curti a situacao e depois me ligou pedindo para explicar melhor o que aconteceu porque nao queria que eu ficasse upset e tal. Eu como uma boa empregada respondi: "Tudo bem, eu estou aqui para ajudar no que for preciso. Quando voces precisarem podem contar comigo!"

Hoje, se alguem me perguntasse o que e ser au pair, eu responderia: e aprender a engolir sapo...

6 comentários:

Mari disse...

Oi Paulinha!!
Li seu blog inteirinho...adorei td o q vc escreveu!!!
Não deve ser fácil essa vida de au pair...mas to lok pra ser uma!! hehehe
Seguindo seu exemplo tb fiz um blog...hehe!!
Sempre que quiser e puder passa por lá!!
Bjos^^

Letícia disse...

quer saber ... concordo !!!! ser au pair e nao ter vida propria e nem poder fazer planos .... minha host disse que eu me preocupo demais com schedule ... eu disse: - Eh claro !!!! ele eh minha vida .... ou seja ... nao tenho vida ... soh meu schedule ... credo que depressao ... mais as vezes eh a pura verdade !!!! njus e boa semana

Raquelzinha disse...

Paulinha!

Eu tb estou engolindo sapos e mais sapos... To aprendendo a baixar a cabeca de um jeito que eu nao quero, mas tb estou aprendendo a ser uma pessoa melhor... pelo menos eu sei como nao devo tratar as pessoas que me servem ou vao me servir algum dia...

Beijos e paciencia!
Boa Semana!!!!

Raquelzinha disse...

Oie!!!!

Isso mesmo, pensamento positivo!

Eu ainda nao sei do meu TKS, mas com certeza, se eu ficar por aqui, vc sera muito bem vinda!
Algumas amigas minhas vao p/ NY no final de semana do dia 24, mas eu tenho que esperar minha host passar meu schedule, pq eh aniversario da menina mais velha...saco! rs

beijos

Sá Heck disse...

fala Paula..

eh flor, nossa vida eh foda.. E bom, eu nao posso reclamar mesmo porque eles foram super atenciosos comigo e sao mesmo. Estou me dando bem melhor apesar de que tem horas que a gente engole os sapos da vida...

ei, da proxima vez que voce voltar correndo da trilha do milharal, faca como eu, tira a roupa, respire fundo e corra...hahaha

beijos

Cinthya disse...

Falando em pré-embarque... vc tem alguma lista de coisas que não podemos esquecer?
Bjão